Recuperação de lesões: 5 dicas de alimentos para voltar logo ao pedal

dicas de alimentos para recuperação de lesões

Recuperação de lesões é um assunto delicado. Afinal, quando uma lesão nos afasta do pedal, a reação natural é reduzir as calorias até a hora de voltar para a bike e queimar energia novamente.

Porém é importante lembrar que o processo de cura também requer combustível. E e essa força extra  vem justamente daquilo que comemos. Proteínas, vitaminas , minerais e antioxidantes ajudam a curar feridas, relaxar tendões estressados ​​e reparar os ossos fraturados mais rapidamente. 

Portanto, além das recomendações do seu médico, que provavelmente devem envolver “elevar e resfriar”, você também pode escolher as combinações certas de alimentos para otimizar o processo de cicatrização. Confira abaixo 5 dicas para acelerar a recuperação de lesões e voltar para a sua bicicleta mais rápido que você imagina.

5 dicas do que comprar em cada setor de alimentos para acelerar a recuperação de lesões

Corredor de Frutas e Hortaliças

Compre: cenoura, espinafre, batata doce e couve para obter vitamina A. Laranjas, morangos, pimentões e brócolis para garantir vitamina C.

Por que: a vitamina A ajuda a produzir glóbulos brancos para combater infecções. E isso sempre é uma ajuda importante em casos de lesões. Por outro lado, foi comprovado que a vitamina C ajuda a curar feridas na pele e no corpo. 

Além disso, a vitamina C também ajuda a reparar os tecidos conjuntivos e a cartilagem, contribuindo para a formação de colágeno. Essa é uma proteína importante na construção do tecido cicatricial, dos vasos sanguíneos e até de novas células ósseas.

dieta recuperação de lesões

Corredor de carnes

Compre: peru magro, lombo, frango, salmão, atum e truta.

Por que: carnes magras são embaladas com proteína, um componente essencial para a produção de novas células. Em um estudo publicado no  Journal of the Federation of American Societies for Experimental Biology, pesquisadores da Universidade de Ottawa identificaram uma proteína que agia como uma ponte entre tecidos danificados, promovendo o reparo.

Como os atletas precisam de cerca de 112 gramas de proteína por dia (considerando homens ou mulheres com cerca de 80 kg) para uma cura ideal, comer carne é uma maneira fácil de disparar rapidamente em direção a esse objetivo.

Em relação ao salmão, atum e truta, temos eles como um adicional de proteína. Mas não é só isso. Esses peixes são ricos em ômega-3, que são ácidos graxos que atenuam a inflamação. E ainda ajudam na recuperação de tendinites, fraturas ósseas e ligamentos torcidos.

alimentos para se recuperar de uma lesão

Corredor de laticínios

Compre: ovos, leite e iogurte.

Por que: Todos os três são boas fontes de proteína – leite e iogurte também contêm cálcio, que repara ossos e músculos. A vitamina D em produtos lácteos ainda melhora a absorção de cálcio e ajuda na cicatrização de músculos e ossos. Um estudo de 2010, publicado no Journal of Bone and Joint Surgery, relatou que o aumento nos níveis desse nutriente, em pacientes com deficiência, produziu bons resultados.

Corredor de cereais

Compre: cereais fortificados.

Por que: ele contém zinco, um ativo comprovadamente benéfico para o sistema imunológico. Juntamente com a carne vermelha, os cereais enriquecidos são as melhores fontes desse mineral. Nesse sentido, alguns deles fornecem 100% do valor diário recomendado. Por si só, o zinco não repara tecidos danificados, mas ajuda outros nutrientes a fazerem. Apenas não exagere na dose, pois se consumido em excesso – mais de 40 gramas por dia –  pode causar alguns efeitos colaterais.

Além de doses moderadas de zinco, os cereais fortificados fornecem carboidratos de grãos integrais, que nutrem os esforços de cura do corpo e evitam que ele mergulhe nas proteínas para obter energia. Ou seja, comer carboidratos suficientes garante que seu corpo ponha toda a sua proteína disponível para atuar na reparação da lesão.

alimentos recuperação esportiva

Corredor de suplementos

Compre: vitamina D e cálcio.

Por que: como mencionamos, a vitamina D ajuda seu corpo a absorver o cálcio que você obtém de sua dieta. Esta é uma combinação especialmente importante se a sua lesão estiver relacionada aos ossos . 

Embora existam alguns alimentos que contêm vitamina D, eles são poucos e seu corpo pode produzi-lo pela exposição ao sol. Assim, se você estiver gastando a maior parte do seu tempo de recuperação no sofá, ou se seguir uma dieta sem laticínios, seu corpo pode precisar de uma dose extra de cálcio. 

Verifique com seu médico se você deve adicionar suplementos de vitamina D e cálcio na sua recuperação de lesões. Dito isto, lembre-se que mais cálcio não é igual a ossos mais fortes. Na verdade, a ingestão em excesso pode levar a cálculos renais. Dessa forma, siga as recomendações do seu médico para consumir suplementos com responsabilidade.


* Com informações de Eat These Recovery Foods to Get Back on the Bike Fast.

** Confira também aqui no blog o post Nutrição para ciclistas: 3 dicas simples para render mais no pedal.

Também poderá se interessar..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *