Prova de MTB: como se preparar e o que levar no dia da prova

prova de MTB o que levar

Dúvidas não faltam quando o assunto é preparação para uma prova de MTB. Afinal, qual é o tempo ideal de preparação? É melhor descansar ou treinar até o último segundo? O que levar no dia da prova de MTB?

Há algum tempo, o super piloto Márcio Ravelli, que detém nada menos do que 12 títulos de campeão brasileiro de MTB, compartilhou dicas preciosas na Bikemagazine. Confira quais são elas e chegue ainda mais preparado na sua próxima competição!

TREINAMENTO PARA A PROVA DE MTB

– Dois meses de treino é o período mínimo recomendado de preparação. Ciclistas iniciantes em competições (com até dois anos no MTB) devem começar quatro meses antes;

– Opte por treinos com quilometragem de até 40% acima da extensão da prova, considerando o dia mais longo da competição;

– Comece devagar e vá aumentando a quilometragem aos poucos. Evite o excesso nos primeiros dias, prevenindo lesões musculares;

prova de MTB o que levar (3)

– Procure treinar em terrenos de condições similares aos da prova. Treine com a mesma roupa, mochila e equipamentos que pretende usar no dia da competição;

– Na semana de prova a ordem é descansar e no máximo fazer alguns tiros e giros até a quarta-feira (considerando a prova no final de semana). Na quinta e na sexta procure descansar.

HIDRATAÇÃO E ALIMENTAÇÃO

– A hidratação deve começar dias antes da prova. Beba bastante água e também isotônicos;

– Na véspera da prova o isotônico deve ser deixado de lado, continue apenas com água, pois o sódio e outros sais podem interferir no desempenho durante a prova;

– A alimentação da semana de prova deve ser à base de carboidratos (massas, arroz, batatas, frutas, sucos). As proteínas de origem animal devem ser evitadas nos dias anteriores à prova e as fibras também, pois essas fibras estimulam o funcionamento do intestino e, com a tensão da prova, é comum ciclistas terem vontade constante de irem ao banheiro.

PREPARAÇÃO DO EQUIPAMENTO

– É essencial que a bike esteja em excelentes condições de uso, com tudo revisado e funcionando perfeitamente;

– Use pneus bem novos e com cravos. Pneus do tipo slick e semi-slick podem causar problemas em meio a tantas pedras, especialmente em terrenos pedregosos;

prova de MTB o que levar (2)

– O uso de bons óculos são fundamentais para a proteção e conforto do ciclista. Luvas de MTB de dedos longos protegem mais, se necessário molhe-as com água para refrescar as mãos;

– Leve uma chave de corrente, um manchão para reparos em pneus, duas câmaras de ar sobressalentes, um canivete multi-ferramentas e uma bomba de CO2, com três cilindros de refil;

– Ravelli diz que o seu mecânico adaptou na bike uma seringa com lubrificante, ligada a uma mangueira, que quando acionada derrama óleo sobre a corrente. Assim, não é preciso parar para lubrificar a corrente. É fácil de fazer e funciona bem;

– Em provas por etapas, assim que terminar o primeiro dia, o atleta tem que se preocupar em deixar a bike em ordem para a manhã do dia seguinte. O ideal é contar com o auxílio de uma pessoa de confiança para fazer a manutenção da bike, permitindo assim que o piloto descanse;

– Basicamente após a prova, a bike deverá ter a relação lavada e lubrificada, especialmente em regiões ricas em minérios corrosivos. Outros pontos a serem checados é o estado dos pneus (verificar se não há cortes), o aperto dos raios e o funcionamento de freios e câmbio.

ALIMENTAÇÃO E HIDRATAÇÃO DURANTE A PROVA

– Em uma prova longa, sob forte calor e ritmo acelerado, o corpo não manda aviso quando vai faltar combustível. Ele simplesmente “apaga” de uma vez. Portanto, o ideal é estar muito bem abastecido de água, isotônico e comida;

– Ravelli costuma levar uns 10 sachês de carboidrato em gel, banana passa e barras de cereais;

–  Não espere nunca para ter fome ou sede e vá consumindo os alimentos e a água no decorrer da prova.

PÓS-PROVA

– Após o primeiro dia da prova de MTB, o piloto deve descansar o máximo que puder. Uma massagem profissional é o mais indicado, além é claro, dos alongamentos. Procure se informar com a organização do evento se há massagistas no local;

– A hidratação deve ser bem cuidada e os isotônicos podem ser consumidos à vontade. O jantar deve ser bastante rico em carboidratos. Massas caem muito bem;

– Relaxe e descanse bem para a próxima etapa!

Também poderá se interessar..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com