Overtraining no ciclismo: 7 sinais de que você está pedalando demais

sinais de overtraining no ciclismo

Se você adora pedalar ou já se preparou para uma grande corrida ou competição, então provavelmente você já teve que pensar em overtraining no ciclismo e em como evitá-lo.

De um modo bem simples, pode-se dizer que o overtraining acontece quando você começa a ver uma diminuição no desempenho do exercício ou mesmo na saúde. Isso acontece porque o seu corpo está trabalhando muito e não está se recuperando de forma satisfatória.

É verdade que priorizar a recuperação nem sempre é fácil, ainda mais quando estamos condicionados a pensar que, em termos de exercício físico, “quanto mais, melhor”. Por isso, pode ser difícil perceber que você está em overtraining até que algo grave, como uma lesão, ocorra. 

Então, que tal conhecer sete sinais de overtraining no ciclismo, apontados pela Bicycling.com, e prestar um pouco mais de atenção no que o seu corpo está tentando dizer? Bora lá!

Principais sinais de overtraining no ciclismo

1) Você deu uma “estacionada”

Se você tem se dedicado muito mas parou de ver – ou mesmo nunca constatou – nenhum resultado, isso pode ser sim sinal um sinal de pedal em excesso. O mesmo vale se você já não é capaz de fazer nenhum esforço a mais do que tem feito ou ainda se a sua resistência há muito não tem melhorado.

2) O seu humor já não é mais o mesmo

Estresse, mau humor, tristeza, depressão e ansiedade também podem ser sinais de overtraining no ciclismo. Como o seu corpo está essencialmente em colapso, o equilíbrio hormonal e a saúde mental também podem começar a sofrer danos.

3) O seu sono anda estranho

As mudanças hormonais, juntamente com o cansaço extremo, podem dificultar as oito horas de sono que você precisa para se recuperar adequadamente dos exercícios.

Sentir-se esgotado o tempo todo é outro efeito colateral comum do overtraining no ciclismo. A baixa de energia é resultado dos altos níveis de cortisol, que é conhecido como o hormônio do estresse.

como identificar excesso treino

4) Você tem pego todo e qualquer resfriado

O excesso de exercício físico geralmente compromete o sistema imunológico. E isso torna mais provável que você fique doente toda vez que se deparar com um vírus. E continuar treinando mesmo doente pode tornar as coisas ainda piores.

5) As dores têm sido frequentes

Se você está muito mais dolorido do que o normal, ou se uma lesão antiga está aumentando, é hora de ligar o alerta. O exercício causa inflamação, e quando não há um período de recuperação para reduzi-la, as dores e lesões são muito mais prováveis.

como identificar excesso pedal

6) Você está fora de ritmo

No caso das mulheres, a perda de peso e as alterações hormonais podem interromper o ciclo menstrual. Portanto, atenção se algo de estranho vem ocorrendo no seu ciclo.

7) Você está perdendo massa muscular

Monitorar a composição corporal é essencial para avaliar a perda de gordura e de massa muscular. Se estiver ocorrendo perda de massa muscular, provavelmente você está em overtraining e sem combustível suficiente para recuperar-se após os treinos.

Como evitar o overtraining no ciclismo?

Planeje um treino com dias de recuperação

É legal programar pelo menos um dia sem exercícios. Ou, pelo menos, com apenas um passeio leve. Além disso, o ideal é nunca ter mais do que dois dias seguidos de treinos muito puxados. E a cada quatro ou seis semanas de trabalho, faça um período de “descarga”, onde você irá diminuir o ritmo ou a distância percorrida.

Aproveite o seu dia de recuperação

É legal tirar o máximo proveito do seu tempo de recuperação entre os treinos intensos. Isso pode significar alongamento, massagem, refeições com maior quantidade de proteínas para reconstruir o tecido muscular e até mesmo meditação para reduzir o estresse.

Se você é alguém que não dorme muito, ou que já tem muito estresse em sua vida, precisará se concentrar ainda mais na recuperação dos treinos. Qualquer coisa que reduza seus níveis de cortisol vai ser bom para você e o seu corpo.

Em caso de overtraining no ciclismo apenas pare

Se você reconhecer que está em excesso de treinamento, tire alguns dias de folga. Nesse período concentre-se em dormir com qualidade e alimentar seu corpo. Depois disso, reexamine sua rotina de exercícios e planeje adicionar mais tempo de recuperação ou fases mais frequentes de descarga. Se você pular de volta para o que estava fazendo antes, você obterá o mesmo resultado.

Acima de tudo, saiba que não há problema em tirar uma folga do pedal. Principalmente se estiver afetando negativamente a sua saúde. É importante lembrar que obtemos nossos resultados também através de nossa recuperação.


* Confira também aqui no blog o post Treino de Ciclismo: 5 formas de se recuperar mais rápido.

Também poderá se interessar..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *