O que é Bikepacking e como começar

bikepacking

Os adeptos do cicloturismo, e até mesmo os entusiastas do pedal, provavelmente já ouviram falar. Se não, é questão de tempo. Afinal, o Bikepacking vem conquistando cada dia mais adeptos.

Mas, o que é Bikepacking? É a mesma coisa que cicloturismo? Exige muitos equipamentos especiais? Como faz para começar? Para responder estas e outras dúvidas, selecionamos algumas informações básicas sobre a modalidade que tem tudo a ver com quem curte pedal e natureza!

bikepacking
(Imagem via Trek)

O que é Bikepacking

Explicando de uma forma resumida, o Bikepacking consiste em viajar de bicicleta levando a bagagem amarrada na própria bicicleta. Nesse sentido, a principal diferença entre o cicloturismo convencional é que não se faz uso nem de alforjes nem de bagageiros. Ou seja, carrega-se somente o essencial.

O conceito está bastante associado à ideia de acampar no meio do percurso. Como em uma cicloviagem muitos ciclistas preferem pernoitar em pousadas ou hotéis, o acampamento é quase como que a essência do Bikepacking.

bikepacking o que é
(Imagem via Trek)

Como começar no Bikepacking

Além da vontade, o importante para começar no Bikepacking é ter informação. Assim, procure conhecer as experiências de quem já é praticante. Procure links pela internet, veja quais são os itens que não podem faltar na bagagem, ferramentas indispensáveis e assim por diante. Lembre-se que planejar a alimentação e hidratação e revisar a bike serão sempre passos indispensáveis.

Depois de reunir o máximo de informação, é hora de planejar a sua primeira aventura. Que tal escolher um lugar próximo e conhecido? E para sentir-se mais seguro, que tal convidar alguns amigos para embarcar nessa? Um Bikepacking de 24 ou 48 horas já é um ótimo começo para ir se familiarizando e se sentir mais confiante.

Equipamentos para Bikepacking

Vamos começar analisando a bicicleta? Pois a bagagem, por mais leve que seja, quando presa à bicicleta, acaba forçando o quadro, ainda mais em percursos por terrenos acidentados. Lembre-se que um quadro ligeiramente mais pesado é melhor do que ter o quadro rachado.

É claro que a melhor bicicleta vai depender das rotas que você planeja fazer. Uma mountain bike, por exemplo, vai aguentar trilhas mais acidentadas e se dará melhor em cenários de natureza selvagem. Vários fabricantes já investem em modelos específicos para o Bikepacking, sendo a Trek 1120 um dos modelos mais elogiados da categoria. 

trek 1120 bikepacking
Bicicleta Trek 1120, clique no link para ver mais (imagem via Trek)

O segundo ponto a considerar são os sacos e as bolsas para levar a bagagem. O ideal é distribuir o peso entre bolsas que fixam no quadro – no triângulo abaixo do tubo superior -, no canote do selim e no guidão. Vale investir em itens com pontos de fixação de qualidade.

Por fim, decida entre levar uma barraca leve ou um saco de dormir. Tudo vai depender do local, do clima e, é claro, das suas preferências pessoais.

Diversão sempre

O conselho derradeiro sobre Bikepacking é “aproveite”. Lembre-se de que você não está em uma competição. Bikepacking é sobre liberdade, natureza e aventura. E se você ficou interessado pelo tema, aguarde que ainda falaremos muito mais sobre o assunto por aqui!


* Confira também aqui no blog o post Bikerafting: descendo corredeiras de bike.

** Imagem de capa via Pixabay.

Também poderá se interessar..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com