5 escolhas no Mountain Bike que geram polêmicas

escolhas no mountain bike

No mundo repleto de opções do Mountain Bike, nem sempre é fácil escolher com segurança as melhores alternativas de acessórios e equipamentos.

De olho nessa questão, o site da Red Bull relacionou algumas das tecnologias e escolhas no mountain bike que mais dividem opiniões.

Confira quais são elas e depois conta nos comentários quais são as suas preferências. Lembrou de outros dilemas que afligem na hora de turbinar a bike? Conta pra gente também!

Escolhas no Mountain Bike que dividem opiniões

1) Aro 26, 27.5 ou 29?

A escolha do tamanho ideal da roda para MTB é motivo de debate acalorados e aqui no blog já falamos sobre isso no post Aro 26, 27.5 ou 29: como escolher a melhor roda para MTB.

Não temos uma conclusão para o tema. Mas vimos que rodas mais pesadas enfrentam bem terrenos com obstáculos, por isso o aro 29 é a preferência entre os praticantes de Cross Country. Por outro lado, quem precisa manusear a bike em manobras costuma se adaptar melhor ao aro 27.5.

escolhas no mountain bike polemicas

2) Pedal flat ou de encaixe?

Via de regra os pedais de encaixe deixam a pilotagem mais rápida. É que com a sapatilha clipada no pedal o ciclista consegue transferir potência de forma mais rápida e suave.

Por outro lado, atletas experientes chamam a atenção para o fato de que muitos ciclistas deveriam primeiro dominar a pedalada por completo em um pedal flat antes de migrar para o pedal clip. Afinal, o pedal tradicional ajuda o ciclista a aprender mais sobre o controle e o equilíbrio da bike.

3) Bermudão ou Lycra no XC?

O padrão na modalidade cross country sempre foi a bermuda de Lycra. Mais recentemente, vimos atletas como Marco Fontana e Manuel Fumic lançarem a moda do bermudão. E isso sem comprometer o rendimento nas competições. Vale lembrar que esse tipo de bermuda possui um revestimento interno de Lycra, o que ajuda no conforto e na liberdade de movimentos.

escolhas no mountain bike dúvidas

4) Canote com altura regulável

O principal argumento contra o canote com altura ajustável é de que ele seria mais pesado. Realmente é, mas no geral não representa nenhuma ameaça ao rendimento do piloto. É claro que a questão do preço também costuma ser uma desvantagem. Mas nada como a facilidade de ajustar a altura do selim sem precisar descer da bike.

5) E-mountain bikes

Por mais que você resista à ideia, não há como negar: as E-mountain Bikes estão progredindo rapidamente e aos poucos estão ficando mais comuns nas trilhas. Como toda inovação, a tecnologia divide opiniões.

Embora o futuro deva reservar o domínio de um número cada vez maior de unidades dessa bicicleta com “super poderes”, os defensores do mountain bike “de raiz” ainda deve criar resistências a essa tecnologia por um bom tempo.

Também poderá se interessar..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *