Cuidados com a e-bike: o que fazer ao deixar a bike muito tempo parada

cuidados com a e-bike manutenção

Ninguém gosta de ficar sem pedalar. Mas circunstâncias alheias à nossa vontade podem nos deixar longe do pedal. Seja a falta de tempo, o clima, uma viagem ou qualquer outra situação temporária. E quando isso acontece, é importante estar atento a alguns cuidados com a e-bike que vão prepará-la para quando tudo voltar ao normal.

Situações de inatividade são os melhores momentos para cuidar da sua bicicleta elétrica e mantê-la em perfeitas condições. Ou seja, à espera do tão sonhado dia em que podemos voltar a libertar a nossa paixão pelo ciclismo

Existem muitas lendas e mitos urbanos sobre cuidados com a e-bike, é verdade. Por isso vale a pena conferir as 5 dicas básicas do site MTB Pro sobre como manter uma bicicleta elétrica em sua plena capacidade apesar de temporariamente fora de atividade.

cuidados com a e-bike

5 CUIDADOS COM A E-BIKE AO DEIXÁ-LA PARADA

1) Carregamento da bateria

A bateria é uma das partes mais importantes da sua e-bike. A principal causa para as baterias de lítio pararem de funcionar é deixá- las sem carga ou com pouca carga por um longo período. Mesmo em repouso, a bateria vai descarregando aos poucos e se houver pouca carga pode descarregar completamente, o que não é bom . 

Na melhor das hipóteses, você perderá a capacidade de carga e, na pior das hipóteses, a bateria pode estar inutilizável.

Os fabricantes recomendam manter a bateria com mais de 70% de carga e recarregar a cada 3 meses para que não descarregue completamente.  A bateria pode estar conectada na bicicleta desligada ou você pode mantê-la fora, neste caso não há diferenças, se não houver corrente nada acontece . Claro, não o deixe carregando continuamente, quando a carga estiver 100% concluída, remova o carregador.

Se você carregou a bateria a 100% antes de deixá-la estacionada pela última vez, não se preocupe, ela pode ficar nesse nível. Não é preciso descarregar, pois não há risco de se danificar.

2) Local de armazenamento

Sua e-bike não gosta de temperaturas muito baixas ou muito altas. Pode parecer banal, mas é muito importante que na garagem, ou no local onde está estacionada, a temperatura não seja inferior a 0 ou superior a 35 graus. Se isso não for possível, convém remover a bateria (totalmente carregada) e mantê-la em casa, em local seco e descoberto, em temperatura ambiente.

Outra opção de cuidados com a e-bike é protegê-la com uma capa de neoprene, por exemplo. Dessa forma você aumentará alguns graus a temperatura enquanto a e-bike estiver em período de inatividade.

3) Limpeza e manutenção

A bicicleta deve estar limpa e lubrificada. Você tem que reservar um tempo para cuidar dela. Uma boa dica é, após lavá-la, não deixar a bicicleta molhada na garagem. É importante secar para que as partes metálicas não sofram.

A lama também não é amiga da nossa bicicleta. Assim em termos de cuidados com a e-bike é importante limpar as partes da transmissão com desengordurante. Além disso depois de limpa e seca é legal lubrificar. Se não, você provavelmente terá uma corrente enferrujada no caminho de volta para as trilhas.

As áreas emborrachadas – como as vedações dos garfos ou o espigão telescópico do selim – também podem ser lubrificadas para que se fixem melhor .

cuidados manutenção bicicleta

4) Pendurada ou no chão?

A verdade é que não haverá muita diferença, mas a nossa recomendação é que a e-bike esteja no chão. Mais do que tudo porque são mais pesadas ​​que uma bicicleta normal e os bicicletários podem sofrer mais do que o normal.

Também tenha cuidado com os racks, cavaletes ou suportes da oficina. É muito importante que a bicicleta não seja segurada por peças que possam ser danificadas como o espigão telescópico ou que possam arranhar o quadro. Lembre-se de incluir um pano entre a braçadeira e parte de sua bicicleta. 

5) Outras dicas

Existem outras “boas práticas” que podem ser aplicadas na manutenção de qualquer tipo de bicicleta. A que diz respeito à pressão do pneu por exemplo. Nunca saia com o pneu da bicicleta sem a correta pressão.

Se você usar rodas tubeless, poderá colocar um pouco mais de pressão do que o normal para suportar melhor os dias de descanso forçado. Claro, quando você voltar para a bicicleta, lembre-se de colocar a pressão certa. Você também pode aproveitar e adicionar um pouco mais de líquido às rodas.

A engrenagem deve estar preferencialmente na posição do menor pinhão, para que a mola da engrenagem sofra menos.

Como última recomendação de cuidados com a e-bike, se possível, a cada 15 dias no máximo, desça para ver se está tudo em ordem. Ligue e faça uma revisão da caixa de câmbio, freios e não desanime! Isso servirá de motivação para enfrentar os dias de inatividade.

Curtiu as dicas de cuidados com a b-bike? Quer mais detalhes sobre como funciona a bicicleta elétrica? Entre em contato com a Bike Village. Nossa equipe está apta a tirar todas as suas dúvidas e orientá-lo na compra da bicicleta que melhor atende suas necessidades.


* Confira também aqui no blog o post Como funciona a bicicleta elétrica: 13 razões para investir na e-bike.

** Imagens via Pixabay e Trek Bikes.

Também poderá se interessar..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *