Como lavar a bicicleta

Evite erros de limpeza que podem danificar peças da bike.

Manter a sua bicicleta sempre limpa não é apenas uma questão estética. Os cuidados com a limpeza aumentam a vidam útil do equipamento e também garantem o seu bom desempenho.

Mas, antes de abrir as torneiras e dar aquele banho na bike, é legal prestar atenção em alguns truques de limpeza e conhecer erros comuns que podem prejudicar o funcionamento de algunas mecanismos.

De quanto em quanto tempo devo lavar a bike?

O ideal é fazer uma lavagem caseira por mês, ou mais, dependendo do uso que você faz da bicicleta. Se você é adepto do mountain bike, por exemplo, e costuma praticar todo final de semana, é recomendável fazer essa limpeza toda semana. Complemente o processo com uma  lavagem e lubrificação completa em oficinas especializadas a cada três meses.

Como fazer a limpeza em casa?

Se você anda com a bike em terrenos secos a melhor forma de limpar é com um pano seco que não solte fibras, isso evita que resíduos do pano possam chegar em locais que tenham lubrificante. Outra dica importante é utilizar um pano que não seja abrasivo para não riscar a pintura da bicicleta.

lavagem bike

Limpeza pesada

Para retirar barro e lama só um pano seco não basta. Neste caso use um balde com água e detergente especial para bicicletas, ou sabão neutro. Se necessário, misture um desengraxante na água. Faça uso de um pano ou esponja macia caso a sujeira esteja muito difícil de ser retirada. É fundamental que você tome cuidado para que a água e o detergente não escorram para locais com lubrificante.

Nas rodas a melhor maneira de limpar a lama é pedalar por uma rua de paralelepípedos, o impacto remove quase tudo. Se não for possível, faça uso da esponja com água, deixando a roda na vertical para que o cubo não seja encharcado e faça a limpeza do meio para baixo.

Cuidado com a pressão

Em se tratando de limpeza caseira nunca usa mangueira com pressão forte nem compressores de água ou de ar. O impacto pode ocasionar falhas no equipamento e reduzir a eficácia do mesmo.

Também poderá se interessar..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *